sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves opera em 51,5%; reservas hídricas do RN iniciam fevereiro com mais de 42% da sua capacidade

FOTO: ASCOM/IGARN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quinta-feira (04), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 1.875.075.520 m³, correspondentes a 42,84% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 04 de fevereiro de 2020, o volume das reservas hídricas superficiais do RN era de 959.530.700 m³, equivalentes a 21,92% da capacidade total de acumulação das reservas Estaduais.

 

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.222.022.132 m³, equivalentes a 51,5% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. Já no mesmo período do ano passado, o manancial acumulava 531.601.489 m³, que correspondiam a 22,40% do seu volume total.

Já a segunda maior barragem do Estado, Santa Cruz do Apodi, está represando 165.185.420 m³, correspondentes a 27,54% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No início de fevereiro de 2020 o reservatório acumulava 110.937.375 m³, equivalentes a 18,50% da sua capacidade.

 

O reservatório Umari, localizado em Upanema, acumula 207.091.010 m³, equivalentes a 70,72% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. Em 04 de fevereiro de 2020, a barragem acumulava 83.300.650 m³, correspondentes a 28,45% do seu volume total.

 

A barragem de Pau dos Ferros acumula atualmente 11.523.050 m³, correspondentes a 21,01% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No início de fevereiro do ano passado o reservatório estava seco de acordo com o monitoramento do Igarn.

 

O reservatório Marechal Dutra, também conhecido como Gargalheiras, acumula 8.976.419 m³, equivalentes a 20,21% do seu volume total, que é de 44.421.480 m³. No mesmo perído do ano passado o manancial estava com 3.006.307 m³, correspondentes a 6,77% da sua capacidade.

 

O açude Bonito II, localizado em São Miguel, está represando 1.623.500 m³, correspondentes a 14,94% do seu volume total, que é de 10.865.000 m³. No início de fevereiro do ano passado o manancial estava com 275.780 m³, correspondentes a 2,54% da sua capacidade.

 

O açude Rodeador, localizado em Umarizal, acumula 12.406.360 m³, correspondentes a 57,96% da sua capacidade total, que é de 21.403.850 m³. O reservatório estava com 12.614.978 m³, correspondentes a 58,94% da sua capacidade total, em fevereiro do ano passado.

 

O açude Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, está represando 4.918.970 m³, correspondentes a 59,45% da sua capacidade total, que é de 8.273.877 m³. O manancial estava com 2.723.583 m³, correspondentes a 32,92% da sua capacidade no mesmo período do ano passado.

 

O reservatório Morcego, localizado em Campo Grande, acumula 3.671.235 m³, equivalentes a 54,73% do seu volume total, que é de 6.708.331 m³. No início de fevereiro de 2020 o manancial estava com 1.984.267 m³, correspondentes a 29,58% da sua capacidade.

 

O açude de Encanto está represando 3.256.623 m³, correspondentes a 62,72% da sua capacidade total, que é de 5.192.538 m³. O reservatório estava com 3.842.240 m³, correspondentes a 74% da sua capacidade, no início de fevereiro de 2020.

 

O reservatório Pataxó, localizado em Ipanguaçu, acumula 7.641.236 m³, equivalentes a 50,88% da sua capacidade total, que é de 15.017.379 m³. O manancial estava com 9.825.286 m³, correspondentes a 65,43% do seu volume total, no início de fevereiro do ano passado.

 

Os reservatórios, monitorados pelo Igarn, que estão com volumes superiores a 70% das suas capacidades, além de Umari, são: Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 72,67%; Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, com 78,5% e Mendubim, localizado em Assu, com 72,45% do seu volume total. Passagem das Traíras, em São José do Seridó, ainda permanece em obras não podendo acumular grande quantidade de água.

 

Já os reservatórios considerados em nível de alerta, que estão com menos de 10% das suas capacidades, monitorados pelo Igarn, são: Flechas, localizado em José da Penha, com 4,93%; Itans, localizado em Caicó, com 7,32%; Esguicho, em Ouro Branco, com 0,62% e Zangalheiras, em Jardim do Seridó, com 7,03% da sua capacidade total.

 

Situação das Lagoas

 

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte de Natal, está com 10.327.864 m³, correspondentes a 93,72% da sua capacidade total, que é de 11.019.525 m³.

 

Já a lagoa do Bonfim, localizada em Nísia Floresta, que fornece água para a adutora Monsenhor Expedito, acumula 42.262.991 m³, equivalentes a 50,15% da sua capacidade total, que é de 84.268.200 m³.

 

A lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, acumula 9.484.409 m³, correspondentes a 85,64% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.


G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente