sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

Reservatórios do RN iniciam fevereiro com dobro do volume de água que tinham no mesmo mês em 2020

Os 47 reservatórios monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn), iniciaram o mês de fevereiro com 42,33% da capacidade total - praticamente o dobro do que acumulavam no mesmo período em 2020, quando estavam com 21,77%. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (11), através do relatório do Instituto.

 

Os reservatórios monitorados têm capacidades superiores a 5 milhões de m³. Segundo o Relatório de Volume, as reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam em fevereiro 1.852.570.178 m³. No dia 11 de fevereiro de 2020, elas somavam 950.421.609 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do estado, com capacidade de armazenamento de mais de 2 bilhões de m³, está com cerca de 51,02% da sua capacidade total. No mesmo período de 2020 ele acumulava 22,12%.

 

Entre os reservatórios que também aumentaram o nível na comparação com 2020, está a barragem Santa Cruz, no município de Apodi, que acumula atualmente 27,31%. No ano passado nessa mesma época, o manancial tinha apenas 18,34%. A barragem é a segunda com maior capacidade de armazenamento no RN.

 

A terceira maior, Umari, em Upanema acumula mais do que o dobro na comparação com o ano passado. Hoje ela está com 70,07% da capacidade, enquanto em 2020 tinha 28,27%.

 

Alguns reservatórios que estavam secos em 2020, também tiveram boa recuperação. É o caso do açude de Pau dos Ferros, que está com 20,44% da capacidade; do Marechal Dutra, mais conhecido como Gargalheiras, em Acari, que atingiu 19,77%; e o Dourado, em Currais Novos, que está com 47,85% da capacidade.

 

Pelo menos 4 reservatórios monitorados continuam em situação de alerta, com volumes abaixo dos 10%, como o Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 6,77%; Flechas, localizado em José da Penha, com 4,86%; Itans, localizado em Caicó, com 4,33% e Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,56%.

 

Dois açudes estão secos, segundo o Igarn, o Inharé, em Santa Cruz e o Trairi, localizado em Tangará. O reservatório Passagem das Traíras, permanece em obras não pode acumular água.

 

Situação das Lagoas

 

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte de Natal, está com 10.182.251 m³, correspondentes a 92,4% da sua capacidade total, que é de 11.019.525 m³.

 

Já a lagoa do Bonfim, localizada em Nísia Floresta, que fornece água para a adutora Monsenhor Expedito, acumula 42.063.950 m³, equivalentes a 49,92% da sua capacidade total, que é de 84.268.200 m³.

 

A lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, acumula 9.375.524 m³, correspondentes a 84,66% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.


G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente