terça-feira, 1 de junho de 2021

OMS aprova uso emergencial da CoronaVac

Vacina mais aplicada no Brasil, a CoronaVac teve seu uso emergencial aprovado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) nesta terça-feira (1º). O imunizante agora pode ser usado na iniciativa Covax Facility.

 

A classificação como uso emergencial permite que a vacina seja aplicada em adultos com mais de 18 anos em um intervalo de duas a quatro semanas entre as duas doses. Esse é o sexto imunizante a conseguir a liberação do órgão.

“Hoje, eu fico feliz em anunciar que a vacina da Sinovac recebeu a autorização para uso emergencial da OMS após a constatação de que ela é segura, eficaz e de qualidade garantida após duas doses”, anunciou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreysus.

 

A OMS ainda classificou a CoronaVac como uma vacina acessível e disse que “seus requisitos de armazenamento fáceis a tornam muito gerenciável e particularmente adequada para cenários de poucos recursos”.

 

Ao contrário da vacina da Pfizer, por exemplo, a CoronaVac pode ser armazenada em geladeiras comuns, em uma temperatura de 2ºC a 8ºC, o que facilita sua distribuição global. Além disso, o imunizante “atende aos padrões internacionais de segurança, eficácia e de fabricação”.

 

Análise da CoronaVac pela OMS

 

“O fácil armazenamento da Sinovac faz com que ela seja adequada para lugares com menos recursos. É vital fazer com que essas vacinas e equipamentos cheguem rapidamente àqueles que necessitam”, completou Tedros.


Olhar Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente