sábado, 15 de janeiro de 2022

Só um milagre salva a reeleição de Benes Leocádio – E agora, qual será a jogada?


O blog escreveu meses atrás, que a pré-candidatura de Benes Leocádio para o governo era um salto perigoso e calculado friamente por ele.

Naquela oportunidade, mostrei que a tentativa de Benes ao se lançar como pré-candidato ao governo do RN, assumia riscos mas ajudava a mudar o cenário que ele já sabia: que teria uma reeleição difícil, complicada e incerta para a câmara federal.

Ainda mais com a entrada de Henrique Alves na disputa. O que já era certa. E agora, com o lançamento da candidatura de Garibaldi Alves, a coisa arruinou de vez. O eleitorado diminui, pois suas bases são ligadas aos bacuraus.

Pois Benes havia decidido arriscar tudo, em um risco calculado friamente, sem emoções. Já que Rogério Marinho se recusa a encabeçar a chapa bolsonarista para a disputa com o PT de Fátima, e prefere disputar o senado federal, onde acha que tem mais chances.

O fato é que ele aceitou ser a “isca dos leões”, e entrou de cabeça no cenário político estadual. Agora chegou o tempo de recuar e analisar se ganhou alguma coisa com a visibilidade extra junto a imprensa e o povo do RN. 

Na verdade, a candidatura não decolou e Benes agora vai sentir as bases, testar seu eleitorado, e esperar uma proposta que possa salvar a renovação do seu mandato.

Acredita-se que ele está sonhando com a vaga de vice na chapa que vai concorrer com Fátima. Mais do que isso ele não vai conseguir. Só com um milagre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente