terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Angicos e outras 26 cidades do RN estão com taxa de transmissão para Covid-19 em zona de perigo

Caiu para 57 o número de municípios nas zonas de "risco" ou "perigo" em relação à taxa de transmissibilidade (Rt) da Covid-19 no Rio Grande do Norte. Na semana passada, eram 87 municípios - 30 a mais.

 

As cidades inseridas nessa lista tem Rt maior que 1,03.

 

Os dados são da plataforma do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN, que monitora em tempo real a situação da pandemia no estado e atualiza semanalmente os índices de transmissão.

Na semana passada, esse número representava 52% dos municípios potiguares. O dado desta semana representa 34%.

 

Os municípios que mais preocupam são os que estão na zona de "perigo", com Rt acima de 2,00. Nessa situação, o número de municípios aumentou de 15 para 27 - o dado é maior também do que na semana retrasada, quando haviam 23 cidades nesta situação.

Poço Branco, Januário Cicco (Boa Saúde), Japi e Pedra Preta são as localidades que mais preocupam neste quesito, com Rt igual ou acima de 5. Isso significa que uma única pessoa transmite a doença para outras cinco nessas cidades.

 

Já as cidades em "risco" são as que têm taxa de transmissibilidade entre 1,03 e 2,00. Ao todo, 30 estão nesse estágio no RN - uma queda comparada às 72 da semana passada e às 105 na retrasada. Macau, Maxaranguape e Santa Maria - esse último com Rt 1,28 - são exemplos de municípios nessa situação.

 

Isso significa, por exemplo, que em Santa Maria um grupo de 100 pessoas pode infectar 128.

 

Já os municípios em zona segura - com Rt abaixo de 1,00 - são 109 nesta semana - eram 75 na semana passada e 29 na retrasada. A capital Natal, com Rt de 0,71, e Mossoró, com 0,56, estão nesse grupo.

 

Um município (São Bento do Norte) está em zona neutra, com Rt entre 1,00 e 1,03.

 

Segundo a plataforma do LAIS, a taxa de transmissibilidade recente em todo o estado é de 0,53 e na semana passada foi de 0,48. A taxa referente à última quinzena é de 0,56.


O cálculo baseado nas regiões aponta que as oito estão em zona segura: região de São José de Mipibu, de João Câmara, de Caicó, de Açu, Pau dos Ferros, de Santa Cruz, Metropolitana e de Mossoró.


G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente