terça-feira, 11 de janeiro de 2022

Aliança entre PT e MDB é positiva pra ambos, mas tem muita rejeição no ar

O mês de janeiro já vai se alargando e as costuras políticas acontecem em ritmo muito lento, quase estagnado, no Rio Grande do Norte.

 

De certo mesmo, a possibilidade de acertos entre Garibaldi Filho, com seu MDB, e a governadora Fátima Bezerra, com seu PT.

 

Os dois líderes já vêm conversando e se afagando há um bom tempo. Com acenos de ambos os lados

 

Até o fim do ano a coisa já vinha caminhando, mas o que pode travar um pouco a finalização dessa aliança é a rejeição desta entre os membros dos dois partidos.

 

Apesar de ser uma parceria boa para os dois grupos, o que se vê é muita rejeição pública, principalmente por parte do PT.

 

Alguns com mandatos, como é o caso da Natalia Bonavides, externam repudio a aliança.

 

Mas acredito que a possiblidade de concretização é muito alta, em virtude da “querência” de Garibaldi e Fátima.

 

Volto a escrever sobre isso em breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente