terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Criminosos depredam e roubam peças de bronze de pelo menos 10 túmulos do Cemitério do Alecrim

O tradicional Cemitério do Alecrim, na Zona Leste de Natal, foi alvo de roubo e de depredação nos últimos dias. A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) contabiliza até o momento que 12 túmulos sofreram ações de criminosos entre domingo (29) e segunda-feira (30).

 

De acordo com o órgão, os criminosos vão ao cemitério geralmente em busca de roubar os arcos de bronze que ficam nos túmulos. Assim, para retirá-los, às vezes quebram ou derrubam parte da estrutura.

Segundo a Semsur, o cemitério tem vigias que atuam durante 24 horas na proteção do local. A pasta alega que esse tipo de crime tem sido algo recorrente.

 

A administração do cemitério registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil para investigação do caso.

Inaugurado em 1856, o Cemitério do Alecrim é tombado como patrimônio histórico e cultural de Natal desde 2011.


G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente