terça-feira, 17 de março de 2020

ANGICOS EM ALERTA! – AS FESTAS irão continuar? – e o Coronavírus?

Que a população de Angicos gosta de festas, de eventos públicos, isso todos sabem.

Além disso, a cidade também é referencia religiosa pra toda a região Central. O município tem a devoção ao padroeiro São José como ponto alto nessa época do ano.

E é ai, nesses dois pontos, que reside o perigo da cidade ser a mais afetada com a chegada do Coronavírus na região.

Primeiro, estamos vivendo os bons dias e noites de novena, quando angicanos residentes aqui e em outras partes, se juntam aos outros visitantes fieis para louvar a São José. A cidade ganha a presença temporária de milhares de pessoas em praça pública, para participar das festividades de modo geral. Crianças (DENTRO DA FAIXA DE RISCO), adultos, pessoas idosas (MAIS VULNERÁVEIS DENTRO DA FAIXA DE RISCO). Todos participam. É a maior festa pública do ano.

São vários tipos de eventos, como festa social ao término da novena, centenas de pessoas utilizando os brinquedos do parque e todos eles tendo contato, tocando objetos e até uns aos outros.

Só que no fim de semana passado, milhares e milhares de pessoas participaram de festas no clube municipal e também no centro de Angicos. Mas isso já era pra ter sido cancelado.

É isso mesmo, aglomerações devem ser imediatamente CANCELADAS!. É isso que está sendo orientado pelo Ministério da Saúde, pelas secretarias estaduais de saúde e por todos os órgãos públicos. A Igreja Católica do RN já emitiu recomendações nesse sentido também.

Em Angicos, predomina o silêncio por parte do prefeito, da secretaria de saúde e por todos que fazem a prefeitura. Quais são as recomendações?

NADA, absolutamente nada ainda foi feito. As festas sociais irão continuar? A procissão e a missa campal irão acontecer? Isso não se trata de qualquer ato político ou partidário, mas sim, de VIDAS!, vidas humanas estão em riscos, e tudo pode acontecer a cada novo dia.

Que me perdoem todos os angicanos que não entenderem essa mensagem, mas alguém precisava alertar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente