Postagem em destaque

Eleição da Câmara em Angicos; está chegando a hora!

A eleição da câmara de vereadores de Angicos se aproxima rapidamente. De acordo com declaração ao blog do Presidente Neto Maciel, o " P...

sábado, 30 de outubro de 2021

Governo anuncia distribuição de absorventes a estudantes e mulheres em situação de vulnerabilidade extrema no RN

A governadora Fátima Bezerra (PT) anunciou na noite de sexta-feira (29) que o Poder Executivo vai distribuir gratuitamente absorventes para estudantes de baixa renda de escolas públicas da rede estadual de ensino e para mulheres em situação de vulnerabilidade extrema.
 

Não há data definida para o início dessa ação. Apesar disso, o governo diz que a determinação aos secretários de pastas vinculadas às políticas de atendimento às mulheres e adolescentes é para que seja o mais rápido possível.

 

Uma enquete sobre saúde e dignidade menstrual realizada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) em todo o Brasil aponta que entre as mais de 1.730 pessoas entrevistadas — a maioria entre 13 e 24 anos —, 82% menstruam e 18% não.

E, entre quem menstrua, 62% afirmam que já deixaram de ir à escola, ou outros lugares por causa da menstruação. Além disso, 73% dizem que já sentiram constrangimento na escola ou em outro lugar público por conta menstruação.

 

“Essa situação causa indignação, e nos tocou profundamente”, disse Fátima Bezerra.

 

O governo estima que a maior demanda reprimida é estimada em 30 mil adolescentes de escolas da rede pública estadual, que serão atendidos através da Secretaria Estadual de Educação.

 

O projeto do governo prevê que cada secretaria deve adquirir esses produtos, de acordo com a demanda inerente à pasta de atuação. Por exemplo, a Secretaria de Administração Penitenciária ficará responsável por atender à demanda nas unidades do sistema geridas pelo Estado.

 

Essas adolescentes e mulheres em situação de vulnerabilidade devem estar cadastradas no CadÚnico ou no Programa Bolsa Família.

 

As equipes do Governo do RN discute ainda o Programa de Combate à Pobreza Menstrual, que visa atender também as adolescentes e mulheres em situação de rua, as adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e as mulheres privadas de liberdade.

 

"Nenhuma menina precisará mais faltar aula, ou usar miolo de pão nos dias em que estiverem menstruadas. A pobreza menstrual precisa ser enfrentada e essa será mais uma ação do nosso governo”, destacou Fátima Bezerra, ao reunir parte da sua equipe e anunciar as medidas.

 

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente