sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Em Mossoró, Antenor destaca ações na área de petróleo e gás


O governador em exercício, Antenor Roberto, participou nesta terça-feira (27), em Mossoró, do Fórum Onshore Potiguar e Mossoró Oil & Gas Expo, dois dos maiores eventos nacionais com foco no setor de petróleo e gás. Realizados pelo Sebrae RN e pela Associação Redepetro RN. Especificamente, o Mossoró Oil & Gás Expo Expocenter tem como proposta central discutir a extração em terra e águas rasas, bem como, a cadeia produtiva, incluindo, os fornecedores de bens e serviços nesse segmento.

Na ocasião, Antenor destacou a dimensão e o potencial de negócios apresentados. Enfatizou que “os produtos, serviços e debates demonstram a escala de crescimento de investidores e representantes de empresas da cadeia produtiva atraída para o estado na retomada dos campos maduros de petróleo”. Ele disse, ainda, que o nível dos debates evidencia que o RN inaugura um novo tempo de exploração terrestre, somando-se à presença da Petrobras e de toda a estrutura construída em regiões como Mossoró e Macau. A iniciativa coloca o Rio Grande do Norte como referência e atrativo para empresas exploradoras das atividades de petróleo e seus derivados.
Presente ao evento, a diretora-presidente da Potigás, Larissa Dantas Gentile, expôs os investimentos da companhia em Mossoró em 2019. Foram gastos R$ 1,46 milhão para expansão de 7,4 quilômetros na rede de distribuição do gás natural. Um aumento de 43% no número de clientes na cidade, entre condomínios residenciais, restaurantes, hospitais, entre outros estabelecimentos, formando uma rede que interliga cerca de 700 novos clientes. A expectativa é de que, com a venda dos campos maduros da Petrobras para empresas que começarão a atuar no estado, o gás natural fique mais competitivo.

O potencial on shore (exploração de petróleo em terra) é alto no RN e com isso há perspectivas de o estado tornar-se autossuficiente em relação ao gás natural. Somente em 2019, quase 20 mil metros de novos gasodutos foram implantados na Grande Natal e Mossoró.

“Esse é o reconhecimento do trabalho desenvolvido pela Potigás na distribuição do gás natural canalizado, contribuindo com o desenvolvimento econômico e sustentável do Rio Grande do Norte”, disse Larissa. No RN, são 25.310 clientes sendo mais de 20 mil residenciais, 521 comerciais, 34 industriais e 51 postos de combustíveis. Somente no segmento automotivo, o Gás Natural Veicular (GNV) atende uma frota de mais de 50 mil veículos. Atualmente, há no estado 82 campos produtores de petróleo e gás, com uma produção 38.347 barris dia e 991 metros cúbicos de gás natural ao dia.

Após apresentação do plano de ação do Programa de Revitalização da Atividade de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres (Reate 2020), do Governo Federal, o setor passa a se reorganizar, como evidenciam estes dois eventos com 65 expositores em 80 estandes, sendo 63 empresariais e três institucionais.

Entre as empresas participantes, estão a Potiguar E&P, 3R Petroleum e Petro-Victory, que este ano adquiriram da Petrobras o direito de explorar poços maduros na região, no projeto de vendas de ativos da estatal, e campos na bacia potiguar, em Leilão de Oferta Permanente da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Os debates reuniram cerca de 30 palestrantes em conferências, painéis e minicursos, gerando mais de 150 reuniões de negócios. “Trata-se de um evento forte em termos de qualidade e quantidade, com perspectiva de reunir mais 1 mil visitantes, em razão do momento de otimismo para o on shore”, comenta o presidente da Redepetro, Gutemberg Dias. Ele enfatiza que a aceitação do evento beneficia diretamente Mossoró, porque fortalece o calendário de eventos local, movimenta a economia da cidade, reforçará o conceito do município como a capital do onshore brasileiro, entre outras vantagens.

Recentemente, a ANP realizou um leilão de oferta de novos campos de petróleo, no qual o RN foi o estado que mais ofertou campos de petróleo para exploração e produção, atraindo novas empresas para o estado, como a Petro Victory, Imetam e Geopark Brasil.
Fotos: Demis Roussos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente