domingo, 29 de dezembro de 2019

Polícia Militar lamenta morte do Coronel Nunes: ‘Deixa um imenso legado’

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN) divulgou nota lamentando a morte do Coronel da Reserva Remunerada Francildo de Souza Nunes. O policial morreu após ser baleado durante um assalto a uma loja de roupas na Cidade Alta, na zona Leste de Natal, nesse sábado (28).

Em luto, a corporação destacou o trabalho desempenhado pelo Coronel Nunes e ressaltou que o militar deixa “um imenso legado à Polícia Militar e à sociedade norte-rio-grandense”.

Veja o texto na íntegra

É com pesar que a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte comunica o falecimento do bravo oficial da Polícia Militar do RN, Coronel da Reserva Remunerada Francildo de Souza Nunes.



O Coronel Nunes, da Reserva Remunerada, ingressou na Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte no ano de 1977 e durante a sua permanência nas fileiras ativas da instituição militar potiguar contribuiu imensamente para o desenvolvimento da Corporação.



Durante seus mais de 30 anos de dedicação à corporação militar e à sociedade norte-riograndense, o Coronel Nunes atuou como Comandante do Policiamento do Interior e da Companhia de Choque, além de ter atuado como Corregedor da Corporação.



Natural de Natal/RN, o Coronel Nunes era Bacharel em Direito, em Segurança Pública e em Administração, sendo um exemplo para os integrantes da Polícia Militar do RN.



O Coronel RR Nunes, aos 63 anos de idade, deixa um imenso legado à Polícia Militar do Rio Grande do Norte e, consequentemente, à sociedade norte-riograndense, em virtude de seus enormes serviços prestados durante todos os anos dedicados fielmente à Corporação e em defesa da sociedade potiguar.

-->

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente