terça-feira, 10 de maio de 2022

Rafael Motta: “Na política, a gente tem que ter coerência para sair às ruas”

O deputado federal Rafael Motta (PSB), que busca viabilizar uma pré-candidatura ao Senado nas eleições de 2022, criticou nesta segunda-feira 9 a mudança repentina de posicionamento do ex-prefeito de Natal e também pré-candidato ao Senado Carlos Eduardo Alves (PDT), seu adversário na disputa pelo apoio do PT no pleito.

  

Em entrevista à TV Ponta Negra, Rafael Motta lembrou que, apesar de agora buscar identificação com a esquerda, Carlos Eduardo era adversário do PT nas eleições de 2018 e pediu voto para o presidente Jair Bolsonaro (PL). Agora, busca ser o candidato dos petistas para senador. Segundo Rafael, esse tipo de mudança de postura em tão pouco tempo não é aceito pela população.

“Três anos e meio atrás é um período muito recente. Eram lados antagônicos, onde existia uma tentativa de se destruir o discurso da governadora. Houve claro e evidente apoio ao presidente Bolsonaro. As pessoas não conseguem mais entender. Como se pode, em tão pouco tempo, mudar o discurso? Até meses atrás fazia críticas à administração da governadora”, afirmou Rafael.

 

O deputado federal afirmou que, diferentemente de Carlos Eduardo, tem um histórico de coerência na política e identificação com a governadora Fátima, o ex-presidente Lula e as pautas da esquerda. Ele registrou, ainda, que o PSB é um partido aliado do PT nacionalmente.

 

Segundo o deputado, a prova de que a maioria da população rejeita essa mudança de postura de Carlos Eduardo é o resultado das pesquisas.

 

“O que a gente tem visto é que a governadora tem mantido seus patamares de intenção de voto de 30 e poucos por cento. E com essa possibilidade de parceria do PDT para ser parceiro de chapa, o que houve de crescimento foi de rejeição. Depois da introdução do nome de Carlos Eduardo, o que houve foi crescimento da rejeição”, afirmou o parlamentar.

 

O deputado do PSB dá um recado ao ex-prefeito: “Na política, a gente tem que ter coerência para sair às ruas e pedir voto e apoio político. Político tem que ter identidade partidária. Coerência é uma qualidade primordial para o político”.


AgoraRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente