quarta-feira, 7 de outubro de 2020

PROMOTOR DIZ QUE VERSÃO DE NATALY É “FANTASIOSA” – “Medidas judiciais estão sendo estudadas pela divulgação caluniosa”

Vídeos contrariam o MPRN no caso da vereadora Nataly Felipe e a Operação Combustão II? A quem estão querendo enganar?

 Uma matéria, publicada pelo blog do BG (que está a serviço de Ezequiel Ferreira), trouxe vídeos onde policiais retiram combustível da mala de um veículo tipo SPIN, de propriedade da prefeitura de Angicos, que estava estacionado em frente a casa da vereadora e levam os galões até onde está o restante dos policiais e agentes que cumpriam mandado de busca na casa de Nataly.

 Na verdade, os vídeos mostram apenas o que a polícia já havia dito antes: que a gasolina foi encontrada DE POSSE DA VEREADORA.  Nesse caso, em um dos veículos cujas chaves estavam dentro da casa da vereadora.

 Outra questão que fica: por porque os vídeos só foram publicados agora, afinal de contas, o prefeito Deusdete e a vereadora Nataly, já haviam dito em live um dia depois da prisão, que tinham vídeos mostrando essa ação dos policiais.

Em contato com o Ministério Público na manhã desta quarta-feira, 07, fomos informados que a Operação seguiu o protocolo padrão e que a promotora que ficou responsável pelo caso, mandou os galões serem levados do carro, onde foi inclusive registrado em foto, até o interior da casa, onde a acusada estava junto com os policiais, em procedimento padrão, pra que os galões fossem abertos na presença da mesma. Em seguida, os recipientes com a gasolina foram levados até a calçada da residência da vereadora, onde ficaram novamente expostos e foram registrados através de foto.

 O MP também se pronunciou na matéria do BG, onde chamou de “FANTASIOSA” a versão da defesa de Nataly, e mostrou a verdade dos fatos.

Deixo abaixo, a íntegra do que foi emitido pelo promotor Augusto Carlos Lira e publicado pelo BG.

 Procurado, o Ministério Público de Angicos se posicionou através do promotor, Augusto Lima:

“O Promotor da comarca de Angicos, Augusto Lima, afirma mais uma vez, que, apesar da versão fantasiosa da vereadora Nataly, os galões de combustíveis e os veículos da prefeitura estavam sob sua guarda.

 As chaves dos veículos, que continham os galões de gasolina, estavam na residência da vereadora, que estava afastada há meses da secretaria de saúde.

 O suposto servidor indicado pela defesa da vereadora não estava no local no momento da apreensão.

 Infelizmente, virou praxe no Brasil investigados mentirem para se defender e usarem veículos de imprensa para construção de narrativas.

 Em razão disso, estão sendo estudadas medidas judiciais em razão da divulgação caluniosa feita pela defesa da parlamentar.”

Confira a live:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente