terça-feira, 16 de novembro de 2021

José Agripino Maia vai comandar o novo partido União Brasil no RN

O ex-senador José Agripino Maia confirmou ao Agora RN que terá o comando da nova sigla União Brasil no Rio Grande do Norte. A confirmação de José Agripino Maia, que atualmente é filiado ao Democratas, foi ao comentar sobre os últimos movimentos políticos envolvendo o PSL potiguar, em que o grupo político da deputada federal Carla Dickson assumiu o controle do partido no Rio Grande do Norte, já encaminhando a carta de anuência da deputada à Direção Nacional do PROS.

Diante da situação criada pelo PSL norte rio-grandense, e questionado sobre o acerto em nível nacional que definiu o deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE) como presidente nacional da nova legenda, justamente porque o PSL teria maior bancada no Congresso Nacional, e caso este acerto se estenda para os Estados, o comando do União Brasil poderia passar para a deputada Carla Dickson, o ex-senador foi enfático ao informar que os acertos feitos em relação ao comando do União Brasil no Estado não muda em nada. “Conversei com a deputada Carla Dickson e ela está ciente que serei o presidente do União Brasil aqui no Estado. Este assunto já está decidido”, informou.

No TSE

 

O PSL e o DEM devem apresentar, nesta terça-feira (16), oficialmente ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) o pedido para fundir as siglas e criar o União Brasil. O ex-senador José Agripino, que será o presidente da nova legenda no RN, informou que já está tudo encaminhado. “São detalhes meramente burocráticos. Acredito que na terça-feira (16) seja entregue a documentação à Corte Eleitoral para homologação da legenda União Brasil”, frisou.

 

De acordo com o TSE, o trâmite na Corte Eleitoral não é demorado e se o pedido chegar este mês, a expectativa é a de que a fusão seja homologada até dezembro.

 

Há uma expectativa entre os políticos de ambas legendas tanto para migrarem para o União Brasil, quando se filiarem a outras legendas partidárias. E também do eleitorado apto a votar e que elegerá presidente e vice-presidente da República, 27 governadores e vice-governadores de estado e do Distrito Federal, 27 senadores e 513 deputados federais, bem como deputados estaduais e distritais. O segundo turno do pleito do ano que vem está marcado para o dia 30 de outubro.


AgoraRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente