segunda-feira, 6 de março de 2017

Aeroporto de Natal é o maior exportador de mercadorias do Nordeste

Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante (Foto: Canindé Soares)
O Terminal de Cargas do Aeroporto de Natal realizou o maior número de exportações de mercadorias do Nordeste em 2016. Somente no ano passado foram seis mil toneladas de cargas transportadas, uma média de 16 toneladas por dia. O aumento foi notório e progressivo. Em 2013 e 2014 o Terminal ocupou o 5º lugar no ranking da região, em 2015 ficou em 3º posição, chegando finalmente ao 1º lugar em 2016. No âmbito nacional, o armazém ocupa a 6ª posição.

Para o presidente da concessionária Inframerica que administra o Aeroporto de Natal, Daniel Ketchibachian, a tendência é de consolidação. “O investimento da concessionária em infraestrutura foi o principal motivo para que o Terminal de Cargas alcançasse o topo do ranking e os cargueiros regulares. As obras proporcionaram uma grande capacidade para armazenagem e as possibilidades de importação e exportação. Além disso, a Corporación America possui grande know how em aviação e todo o conhecimento e experiência da holding foi aplicado”, diz. 

Desde que a Inframerica inaugurou o Aeroporto de Natal, em maio de 2014, diversas cargas foram exportadas pelo Terminal, dentre elas 70% foram frutas frescas como mamão, abacaxi, manga e melão, 26% peixes frescos como atum e meca e os outros 4% cargas em geral. Neste período o Terminal também realizou a maior exportação de gado do Rio Grande do Norte e a primeira de cachaça orgânica.


Hoje o TCB Natal possui 4 mil m² de área construída, sete câmaras frias, depósitos para armazenamento de cargas perigosas e 1.5 mil m² destinados ao recebimento de cargas vivas. A posição geográfica do aeroporto também favorece as exportações, está localizado no ponto mais próximo da África e Europa.

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente