quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

Garibaldi diz que MDB continua conversando com PT, para aliança

O ex-senador Garibaldi Alves Filho (MDB) confirmou que o presidente do MDB no Estado, deputado federal Walter Alves, continua conversando com a cúpula do PT sobre uma aliança política entre as duas legendas no Rio Grande do Norte. Em entrevista exclusiva ao AGORA RN, nesta terça-feira 22, Garibaldi disse que a governadora Fátima Bezerra (PT) tem total liberdade e liderança política para escolher quem quiser para compor uma chapa majoritária.

 

“Estamos em negociações. Ainda não posso confirmar que tenha nada 100% fechado com o PT ou qualquer outro partido”, enfatizou o ex-senador, admitindo, sem entrar em detalhes, que o MDB também está em processo de diálogo com o PSDB, legenda liderada pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ezequiel Ferreira, tido como a aposta da oposição contra a reeleição de Fátima.

Questionado sobre a possibilidade de Fátima Bezerra ter optado em definitivo por caminhar com o presidente do PDT no Estado, o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves, em vez de seguir com aliança com o MDB, Garibaldi Alves Filho afirmou: “a governadora tem toda a liberdade e liderança política para escolher quem ela quiser e não pode ser alvo de censura da minha parte”.

 

Embora pareça cada dia mais provável a aliança PT-PDT para as eleições deste ano, o ex-senador garantiu que sua relação com Carlos Eduardo Alves está boa, mas que prefere não opinar sobre as articulações entre os dois partidos no Estado. “Não quero falar sobre isso. Não quero fazer nenhuma apreciação quanto a isso. Não sei, não me aprofundei sobre o assunto. Estou bem com ele”, ressaltou.

 

PT trabalha para ter PDT em sua chapa majoritária

 

Em entrevista exclusiva ao AGORA RN na última semana, o chefe da Casa Civil, Raimundo Alves, confirmou que a governadora Fátima Bezerra quer Carlos Eduardo Alves como seu senador na chapa majoritária. E que o grupo da petista está trabalhando para fechar a aliança política com o PDT no Rio Grande do Norte.

 

Segundo Raimundo, embora as conversas estejam acontecendo há algum tempo, terão ainda que passar pelo crivo da cúpula de ambas as legendas. “Tudo vai ter que passar pelos partidos, principalmente pelo PT. Ainda estamos nas conversas iniciais e nem chegou no partido (PDT). Por enquanto, é uma articulação nossa, da governadora Fátima Bezerra com o próprio Carlos Eduardo”, afirmou.

 

Raimundo disse que esteve diversas vezes com o PDT e o MDB. Mas que, na verdade, quem iniciou as conversações foi o ex-presidente Lula, quando esteve em visita ao Estado em agosto passado. Ele esclareceu também que o diálogo com Carlos Eduardo Alves ocorre por afinidades partidárias, porque o PDT tem feito alianças com o PT, e também por questões de identidade ideológica.

 

Ex-senador reagiu mal às declarações de Raimundo

 

Embora queira aparentar que está tudo bem, o ex-senador Garibaldi Alves Filho reagiu mal às declarações de Raimundo Alves. “Não estamos à procura de cargos, estamos à procura de uma afirmação na política do Rio Grande do Norte. De uma participação robusta, ou seja, na própria chapa”, respondeu o emedebista, descartando a possibilidade de sair ao Senado.

 

“Quem nos interessa que tenha cargos já tem. Os integrantes do MDB que estão às frentes da municipalidade, em prefeituras e câmaras”, explicou Garibaldi, sinalizando o tamanho do grupo sobre o qual exerce influência, já que o MDB tem mais de 40 prefeituras no Estado.

 

De acordo com Garibaldi, as declarações do auxiliar da governadora, se consolidadas, inviabilizam uma aliança com ele e Walter Alves. “O nome de Walter foi lembrado dentro do grupo situacionista para ser vice. Então, criou-se uma natural expectativa. Mas isso não se confirmou, sobretudo depois das declarações que Raimundo Alves lhe deu”, afirmou Garibaldi.

 

O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, já admite que poderá posar com Fátima como companheiro de chapa antes do Carnaval. 


AgoraRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente