quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

Homem que matou ex-namorada em assalto forjado é condenado a 23 anos de prisão

A justiça condenou Paulo Roberto da Silva a 23 anos de prisão pelo assassinato da ex-namorada dele. O crime aconteceu em novembro de 2019 na cidade de São Miguel, interior do RN. Paulo forjou um assalto e baleou Renata Ranyelle Almeida, de 23 anos, no rosto. Ele confessou que o motivo do crime foi ciúme.


O Júri Popular aconteceu nesta terça-feira (15) no Fórum de São Miguel. Paulo Roberto foi condenado por homicídio duplamente qualificado e por ameaçar uma testemunha. Ele já estava preso desde dezembro de 2019.

 

O crime

 

No dia 23 de novembro Paulo Roberto forjou um assalto a loja onde Renata Ranyelle trabalhava. Ele entrou no local armado e usando um capacete e anunciou o assalto. Outras mulheres que estavam no local foram para os fundos da loja. Ameaçada pelo criminoso, Renata foi em direção ao caixa da loja, retirou a gaveta com dinheiro e colocou em cima da bancada.

Em seguida, ele apontou a arma em direção ao rosto de Renata, atirou e fugiu do local sem levar nada. O crime foi registrado pelas câmeras de segurança da loja.

 

Renata foi socorrida e ficou icar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, mas não resistiu e morreu no dia 29.

 

Paulo Roberto chegou a visitar Renata no hospital durante o período de internação, mas fugiu dias depois. Ele foi preso em Guarulhos, no estado de São Paulo, em dezembro de 2019.


G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente