quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

RN deve ter chuvas dentro da normalidade nos próximos três meses, diz Emparn

A Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn) espera chuvas dentro da normalidade no Rio Grande do Norte entre os meses de março, abril e maio.

 

O anúncio foi feito em uma reunião climática, que teve participação de órgãos e especialistas em meteorologia do Nordeste e do Estado, nesta quarta-feira (23), além de autoridades locais, como a governadora Fátima Bezerra (PT).

 

De acordo com o órgão, houve uma mudança na expectativa que era de chuvas acima da normalidade neste período em função da alta temperatura do Oceano Atlântico.

A perspectiva era ainda maior diante do bom cenário ocorrido no mês de janeiro em todo o estado, em que a média chuvosa foi de 144 milímetros quando era esperado 55 milímetros - foi o janeiro mais chuvoso desde 2004.

 

"O Oceano Atlântico continua mostrando tendência de aquecimento tanto na bacia do Atlântico Sul como na do Atlântico Norte. Isso dificultou um pouquinho o entendimento de como seriam as chuvas dos próximos meses. Ficou um pouco diferente da previsão feita em janeiro e a tendência é que nós tenhamos em março, abril e maio uma condição de normalidade na distribuição das chuvas", explicou o meteorologista Gilmar Bistrot.

 

Quantidade de chuva

 

De acordo com a previsão apontada pela Emparn, o mês mais chuvoso deste período será abril, com perspectiva de média de 164 milímetros. Março tem previsão de média de 159 mm e maio de 108 mm.

 

Esses meses, segundo o meteorologista Gilmar Bistrot, são tradicionalmente os mais chuvosos do ano no estado e "contribuem com quase 60% das chuvas que acontecem no interior".

 

A previsão inicial era de um período ainda mais chuvoso, acima da normalidade.


G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente