quinta-feira, 21 de abril de 2022

Procuradoria Eleitoral do RN pede cassação da prefeita de Ielmo Marinho; julgamento será dia 26.


A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte pediu a cassação da prefeita e da vice-prefeita de Ielmo Marinho, Rossane Patriota e Francisca Soares da Silva, respectivamente.

A ação de investigação judicial eleitoral foi proposta com base em abuso de poder, pelo uso de recursos financeiros para cooptar apoio político para a chapa da candidata nas eleições de 2020. O julgamento está agendado para pauta da próxima terça-feira (26), no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado.

A ação foi movida pelo candidato Fernando Batista Damasceno e pela Coligação “Mãos Limpas”, composta pelo PL, PROS e Republicanos. Na sentença, foi comprovado o uso de recursos financeiros com finalidade de comprar apoio político do candidato a vereador Alex Júlio, que teria desistido do pleito municipal para apoiar a candidata adversária, atual prefeita Rossane Patriota.

Para o Ministério Público, é grave a troca financeira por apoio político, apreciando de forma notória a acusação contra a então candidata, baseada na operação de permuta de valores. Com isso, cabe ao TRE/RN a análise sobre a condenação da chapa, marcando assim novas eleições do município.

Fonte: blogdocyrillo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente