sexta-feira, 1 de abril de 2022

TN/Ipespe: Carlos Eduardo tem 24% e Rogério, 17%

A primeira rodada da pesquisa eleitoral TRIBUNA DO NORTE/Ipespe aponta na amostragem estimulada, quando é apresentada para o eleitor uma lista de opções, que o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), tem a preferência dos eleitores do Rio Grande do Norte para a eleição de senador da República, com 24% das intenções de votos. Em segundo lugar, aparece Rogério Marinho (PL), 17%, que, nessa quinta-feira (31), despediu-se da pasta do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para concorrer às eleições de outubro deste ano. Entre os dois uma diferença de sete pontos percentuais.


Os outros  citados na pesquisa estimulada não pontuam dois dígitos, o deputado federal Rafael Motta (PSB) aparece com 5% e o senador Jean Paul Prates (PT) aparece com 4%. Por último, vem o vereador natalense Robério Paulino (PSOL), com 1%.  

 

A pesquisa TN/Ipespe também sondou a influência da governadora Fátima Bezerra (PT) e do ex-presidente Lula e do presidente Jair Bolsonaro na escolha do voto para o Senado.  Entre os que dizem votar na governadora do Estado, o candidato do PDT tem 34% das citações e entre os que dizem votar em Lula para presidente, 30%. Já o segundo colocado, Rogério Marinho, destaca-se entre os eleitores do deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), segmento em que aparece com 43% das citações e entre os eleitores de Bolsonaro, tem 38% das citações.

 

Mas, a eleição para senador ainda desperta pouco interesse dos eleitores potiguares. Quando respondem a uma pergunta espontânea sobre quem votaria para o cargo, 73% não sabem em quem votar e 13% pretendem votar branco/nulo.

 

Na espontânea, todos os nomes citados para o Senado aparecem com menos de 10%, vindo à frente Carlos Eduardo, 6%, seguido de Rogério Marinho, com 4% e Jean Paul, 3%. Empatados numericamente, com 1% das menções, aparecem a atual senadora Zenaide Maia (PROS) e Rafael Motta, que teve o nome citado na pesquisa, porque durante o fechamento da parceria da TN com o Ipespe, ele havia se apresentado como provável postulante ao cargo.

 

Na capital, Carlos Eduardo tem 34% e Rogério, 25%


A estratificação das intenções de votos para o Senado, indica um equilíbrio na pesquisa estimulada para cada pré-candidato a senador. Carlos Eduardo tem a preferência de 25% dos homens e 23% das mulheres, já Rogério Marinho tem 21% de predominância dos votos masculinos, com 14% entre as mulheres.

 

No quesito idade, Carlos Eduardo tem melhor desempenho (26%) na faixa dos 45-59 anos e o menor (22%) na faixa de 18-24. Por nível de instrução os índices são 25% no fundamental e 23% no médio e superior. Por nível de renda familiar, 25% entre os que ganham até dois salários mínimos e acima de cinco e 21% entre 2SM e 5SM.

 

O melhor desempenho de Rogério Marinho (19%) é entre as pessoas de 45-59 anos e acima de 60 e o menor (16%) na faixa de 18-24. Ele tem 16% no ensino fundamental e 18% no médio e superior, enquanto na renda, o maior índice (22%) é faixa de cinco salários acima, abaixo disso, 16% até dois salários e 17% entre dois e cinco salários.

 

A pesquisa estimulada também aponta que na capital, 34% preferem Carlos Eduardo e 25% Rogério Marinho, enquanto no interior os índices são 21% e 15%, respectivamente. Os números de nenhum, branco/nulo são 19% em Natal e 33% no interior. Já os indecisos são 12% na capital e 22% no interior.

 

Influência dos candidatos ao governo no Senado


Outro dado da pesquisa é que 27% dos eleitores de Ezequiel preferem Carlos Eduardo para senador, índice que vai a 32% entre eleitores de Fátima e 34% de Styvenson. Já 43% dos eleitores de Ezequiel votam em Rogério para senador, índice que é de 16% entre eleitores de Fátima e 24% de Styvenson.

 

Já a amostragem espontânea coloca o ex-prefeito Carlos Eduardo, em primeiro lugar, com 6% entre os eleitores de 25 a 44 anos e de 45 a 59 anos. O menor percentual (3%) está entre os eleitores de 18 a 12 anos, enquanto o maior (8%) é de eleitores com mais de 60 anos. Pelo nível de instrução, Carlos Eduardo teria 11% entre os de nível superior, 6% de nível médio e 5%, ensino fundamental. Entre os eleitores que ganham até dois salários mínimos de renda familiar, o ex-prefeito tem 4% e 8% entre eleitores com mais de 2SM e até 5SM e também acima de cinco salários.

 

Rogério Marinho tem a preferência de 2% dos eleitores de 18 a 24 anos e 6% na faixa etária de 45 a 59 e acima de 60 anos. Tem 2% no ensino fundamental, médio (5%) e superior (8%). A pesquisa espontânea mostra um maior percentual de indecisos (80%) com até dois salários mínimos de renda familiar e o menor (60%) de 2MS a 5SM. Por instrução, os mais indecisos são de nível superior, 64%.

 

Na amostragem espontânea, considerando capital e interior, Carlos Eduardo tem 7% em Natal e 6% nos demais municípios. A proporção de Rogério Marinho é de 5% na capital e 4% interior. Jean Paul, 2% capital e interior. Os indecisos são praticamente os mesmos, 72% e 73%. Entre os que apontaram votos em presidenciáveis, 30% dos eleitores de Lula dizem votar em Carlos Eduardo, 22% de Bolsonaro e 37% de Ciro Gomes. Os eleitores de Rogério Marinho, 14% são de Lula, 38% votam em Bolsonaro e 16% Ciro Gomes.


Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente