segunda-feira, 7 de fevereiro de 2022

Céu amanhece com tons de vermelho e rosa em Angicos; entenda motivo

Potiguares registraram um céu de cor vermelha e também com tons de rosa, em todo o estado, durante o nascer do sol no fim de semana e nesta segunda-feira (7). Imagens foram feitas em diferentes regiões do RN, em vários municípios do interior do Rio Grande do Norte.
 

A coloração avermelhada do céu vem sendo registrada há alguns dias em vários estados brasileiros, como Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Pernambuco. Durante o fim de semana, também houve registros no RN.

 

Segundo o chefe do setor de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, Gilmar Bristot, a coloração é um dos efeitos das cinzas e gases lançados à atmosfera pela erupção de um vulcão submarino em Tonga, no oceano Pacífico, no dia 15 de janeiro.

De acordo com o especialista, as partículas emitidas pelo vulcão foram dissipadas pelo ar, entrando nas correntes de ar em alto nível. Uma delas percorreu mais de 12 mil quilômetros e chegou à América do Sul, espalhando o material principalmente na faixa litorânea, primeiro ao Sul do país e depois alcançando o Nordeste.

"Essas partículas, quando em contato com o raio do sol, mudam a cor do céu, porque absorvem a luz e emitem um outro comprimento de onda", afirma Gilmar.

Os tons variam entre rosado, avermelhado, até um pouco alaranjado, e ocorrem no amanhecer.

 

Ainda de acordo com Gilmar, o fenômeno ainda deverá ser percebido ao longo dos próximo dias, mas deve ser reduzido, inclusive por causa da ocorrência de chuvas.

 

"Pelas previsões, a circulação deverá normalizar e, entre o dia 10 e 15 (de fevereiro) nós teremos o retorno das chuvas e o efeito dessas partículas mudando a cor do céu deverá cessar", pontua.


G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente