quarta-feira, 30 de março de 2022

No RN, Bolsonaro diz que votos serão contados nas eleições e defende democracia: “Até com sacrifício da própria vida”

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), falou sobre as eleições de 2022 durante um evento em Parnamirim, na Grande Natal, nesta quarta-feira 30. O chefe do Executivo afirmou que é o presidente “mais democrata da história do país”.

 

“Ainda sobre o assunto, o mandatário disse que defende a democracia a qualquer custo. “Pode ter certeza que, por ocasião das eleições, os votos serão contados no Brasil, não serão dois ou três que decidirão como serão contados esses votos”.

 

“Nós defendemos a democracia, defendemos a liberdade, e tudo faremos, até com sacrifício da própria vida, para que esses direitos sejam de fato relevantes e cumpridos em nosso país”, continuou o presidente da República.

Bolsonaro relatou ainda que, neste ano, as eleições não serão definidas por “esquerda ou direita”, mas sim, pelo “bem e o mal”. “E o bem sempre venceu. Dessa vez, não será diferente. O bem vencerá. O bem está ao lado da maioria da população brasileira. O bem nos faz pensar no próximo e em um país melhor para todos”.

 

Ele ainda alfinetou o PT ao falar sobre o último pleito. “A missão não é fácil, mas sabemos que juntos iremos cumpri-la. A satisfação de ser o chefe do Executivo, impedindo que ‘alguém vermelho’ estivesse no meu lugar, não tem preço. Acabou o tempo da demagogia, mentira e corrupção. Agora é o tempo da liberdade de religião, de livre mercado e de agradecer ao nosso Deus por esse país maravilhoso”.

 

Antes de discursar sobre democracia, o presidente abordou o assunto da liberação das armas. “Temos um dos presidentes mais democratas da história do Brasil, um presidente que deu direito a seu povo a ter posse de arma de novo, chega de só ‘bandido’ estar armado”, disse. “O povo armado jamais será escravizado”, afirmou ele.

 

Evento em Parnamirim


O presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou ao Rio Grande do Norte na manhã desta quarta-feira 30. Ele vai participar da inauguração de uma estação de trem em Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal. Por volta das 9 horas, o chefe do executivo pousou na Base Aérea da cidade, onde já estava aguardando a chegada de uma comitiva. Ele seguiu para o evento em uma “motociata”.

 

Sobre um cavalo, o presidente chegou ao local da solenidade por volta das 09h30. Ministros, deputados federais e demais autoridades acompanharam Bolsonaro também montados em cavalos.

 

Bolsonaro está em solo potiguar para inaugurar a estação para veículo leve sobre trilhos (VLT) Cajupiranga, que integra a Linha Branca da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). O governo federal também registra a conclusão das obras do Trecho I da linha férrea da Região Metropolitana de Natal.

 

O evento conta com a presença de ministros como Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Fábio Faria (Comunicações), deputados federais, prefeitos de cidades potiguares e líderes religiosos.


AgoraRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente