quarta-feira, 9 de março de 2022

Com peixeira, homem mata atual namorado da ex esfaqueado e se esconde em guarda-roupas em Guamaré

Três homens foram presos acusados de participar de um homicídio, nessa terça-feira 08, em Guamaré, no interior do RN. Segundo a Polícia Militar, o ex-namorado de uma adolescente teria encontrado o atual e, após discussões, golpes de faca foram deferidos em um dos envolvidos. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

  

O crime foi registrado no bairro Salina da Cruz, por volta de 02h10. Tudo se iniciou quando duas pessoas foram até a casa da jovem e informaram ao namorado que haviam pessoas querendo o “conhecer” em uma praça próxima da residência.

 

Na praça estava o ex-namorado da menina, que iniciou uma discussão com o atual. Os dois entraram em luta corporal e o acusado desferiu três facadas, tendo atingido o ombro, a coxa e as costas do homem. Segundo o Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep-RN), o instrumento utilizado no crime foi uma faca do tipo peixeira.

Uma denúncia foi feita à Polícia Militar e uma equipe da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar, através do 3º Pelotão de Guamaré, se dirigiu ao local, encontrando a ambulância fazendo o socorro do homem.

 

Segundo a PM, o homem já estava sem vida no momento em que chegaram ao local. Com isso, foram realizadas buscas para encontrar os suspeitos foragidos. Eles haviam se dirigido até a casa do principal acusado.

 

Ao se aproximar da residência, os policiais perceberam que os indivíduos tentaram fugir pulando os muros dos quintais vizinhos.

 

Houve correria e a PM conseguiu deter dois suspeitos escondidos. A dupla confessou participação e informou aos policiais que o outro acusado estaria dentro de uma residência.

 

Diante da situação de flagrante, os militares adentraram no imóvel e encontraram o suspeito escondido dentro de um guarda-roupas.

 

Vale destacar que, por estar próximo do plantão ser encerrado, a autoridade policial da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), em Mossoró, se negou a receber o flagrante e a equipe precisou se deslocar até a 5ª DRPC, em Macau, para tentar fazer o procedimento e entrega dos acusados. O trajeto percorrido é de mais de 342 km.

 

Tanto a vítima, quanto os demais acusados possuem passagem pela polícia.


AgoraRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente