segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Populares carentes lamentam não receber casas de alvenaria e reclamação é que promessas não foram cumpridas


Na primeira parte desta matéria, publicada no último sábado, recebemos milhares de visualizações (mais de 6 mil pra ser mais perto do número), e ainda continuamos a ter acessos na reportagem.

Nesta segunda parte, trazemos já relatos de pessoas que nunca foram contemplados ou contempladas com casas, como é o caso de moradores do bairro do Alto da Cerâmica.

Moradora Maria de Fátima.
A senhora Maria de Fátima, proprietária de uma pequena e pobre casa de taipa, reclama da sua condição.

Segundo ela, sua casa está com problemas e ela teme o inverno que está chegando, que pode trazer fortes chuvas e também estragos a sua frágil residência. Essa senhora diz que foi prometido, ainda em campanha, uma casa de alvenaria, coisa que não se concretizou.

O segundo morador, de nome Francisco da Cruz dos Ramos, concedeu pequena entrevista em áudio, onde reclama que foi prometida uma casa a ele, pelo atual gestor, mas que até agora não recebeu, e que acha difícil receber.

A terceira entrevistada, a senhora Cristina, tem depoimento parecido, diz que procurou o prefeito, mas não foi atendida. Ela teme que seu banheiro e parede da cozinha desabem com a chegada do inverno.

Segundo ela, o prefeito alegou não haver verbas para isso.

Que o leitor ouça os áudios, analise e tire suas conclusões.

O blog vai continuar ouvindo a população e trazendo a voz dos excluídos para conhecimento de todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente