terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Facebook diz que vai começar a remover vídeos manipulados


O Facebook anunciou nesta segunda-feira (6) que removerá conteúdos manipulados, como os vídeos com deepfakes, alterações feitas com inteligência artificial que faz montagens, normalmente com famosos, substituindo rostos e vozes.

De acordo com a rede social, serão banidos vídeos que apresentem edições que de alguma maneira "não são aparentes para uma pessoa comum e, provavelmente, levaria alguém a pensar que um sujeito do vídeo disse palavras que, na verdade, não disse".

Outra classificação do Facebook para a exclusão é a substituição ou a sobreposição de conteúdo a um vídeo, "fazendo com que pareça autêntico".

Contudo, a plataforma reforça que a política não se aplica a paródias ou sátiras, e também a vídeos editados apenas para omitir ou alterar a ordem das palavras.

O Facebook afirma que tem contato com 50 especialistas globais com formação técnica, política, mídia, jurídica, cívica e acadêmica para aprimorar a detecção de mídias manipuladas.

"Embora esses vídeos ainda sejam raros na Internet, eles representam um desafio significativo para nossa indústria e sociedade à medida que seu uso aumenta", afirma a vice-presidente de políticas de conteúdo do Facebook, Monika Bickert.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente