sexta-feira, 1 de julho de 2022

Polícia Militar do RN lança edital de concurso com 132 vagas e salário inicial de R$ 5,3 mil

O Governo do Estado publicou nesta sexta-feira (1º) o edital de novo concurso público para o cargo de oficiais da Polícia Militar. O certame irá preencher 132 vagas, sendo 26 para candidatos autodeclarados negros, com salários de R$ 5,3 mil.

  

As inscrições serão abertas na segunda-feira (4) no site da banca organizadora do certame e terão validadas após o pagamento da taxa de R$ 188. Candidatos que se enquadrarem nos critérios podem pedir isenção do valor até a quarta-feira (6).

 

Para concorrer a uma das vagas, os candidatos precisam ter concluído o curso de bacharel em Direito, ter nascido a partir do dia 1º de janeiro de 1992 (ter 30 anos, no máximo) e altura mínima de 1,65m (homens) ou 1,60m (mulheres).


Clique para acessar edital do concurso

A previsão de publicação do resultado final e nomeação é para dezembro de 2022.

 

Etapas

 

O concurso público será dividido em, pelo menos, seis etapas. A primeira delas, as provas objetivas e discursivas, serão aplicadas no dia 4 de setembro nos municípios de Natal, Caicó, Mossoró e Pau dos Ferros.

 

Os classificados avançam para duas etapas eliminatórias (teste físico e psicológico, respectivamente). Os candidatos remanescentes chegam para a 4ª fase (prova de títulos), que tem caráter classificatório e mais duas etapas eliminatórias (investigação social e saúde, respectivamente, ambas sob responsabilidade da Polícia Militar). No caso de candidatos que se autodeclarem negros, a última etapa é o procedimento de heteroidentificação.

  • Os candidatos aprovados se tornam oficiais da Polícia Militar, com atuações em diversas áreas da corporação:
  • comandar, chefiar e dirigir organizações policiais militares;
  • coordenar policiamento ostensivo, reservado e velado;
  • assessorar o comando;

  • gerenciar recursos humanos e logísticos;
  • participar do planejamento e execução de ações preventivas e operações policiais;
  • desenvolver processos e procedimentos administrativos;
  • atuar na coordenação da comunicação social;
  • promover estudos técnicos e de capacitação profissional;
  • pautar suas ações em preceitos éticos, técnicos e legais;
  • atuar em atividades de ensino, instrução, pesquisa e extensão;
  • exercer atos de autoridade judiciária militar;
  • executar os atos de polícia administrativa ostensiva;
  • executar os atos de polícia judiciária militar.
G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente